domingo, 28 de fevereiro de 2010

Nunca mais.



Nunca mais vou gostar de você, nunca mais
Nunca mais, entre nós não dá mais, nada mais
Mas, se alguém perguntasse eu diria
Queria, queria
Muito mais, muito mais, muito mais, muito mais

Muito mais do que um sonho seria capaz
Muito mais do que já nos sacia e apraz
Mas depois de tamanha alegria
Eu sei que eu sofreria
Muito mais, muito mais, muito mais, muito mais 

Nunca mais vou pensar em você, nunca mais
Tanto faz um a mais entre tantos finais
Eu não vou semear fantasias e melancolia
Nunca mais, nunca mais, nunca mais, nunca mais 

Meu amor
Vou tentar deixar de lamentar saudade
De você pra sempre
Vou deixar de ter tristeza por não ter você.
 
Marisa Monte
Composição: João Donato, Marisa Monte, Arnaldo Antunes

2 comentários:

Primeiro andar. disse...

nada melhor pra te explicar.



te amo tanto !

Jorge disse...

Faz muito bem. O amor é uma ilusão! Ame a si mesma e à vida!