terça-feira, 11 de novembro de 2008

No meio do caminho

No meio do caminho tinha uma pedra
tinha uma pedra no meio do caminho
tinha uma pedra
no meio do caminho tinha uma pedra.

Nunca me esquecerei desse acontecimento
na vida de minhas retinas tão fatigadas.
Nunca me esquecerei que no meio do caminho
tinha uma pedra
tinha uma pedra no meio do caminho
no meio do caminho tinha uma pedra.

Carlos Drummond de Andrade
[1930]
In Sentimento do Mundo. Rio: Record, 1999.
In Alguma Poesia Ed. Pindorama,
1930 © Graña Drummond
In Sentimento do Mundo. Rio: Record, 1999.

Um comentário:

alerts disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.